Operação Praia Limpa Dá Pé vai distribuir 400 mil sacolinhas

A Prefeitura de Praia Grande deu início oficial à Operação Praia Limpa Dá Pé nesta quinta-feira, na praia do Boqueirão. O serviço será mantido até o dia 5 de março, com a mobilização de 150 funcionários nos trabalhos de limpeza e distribuição de sacolinhas.

 

Notícia do dia 5/1/2006
Por João Carlos Miranda, MTB: 25.955

 

Operação Praia Limpa Dá Pé vai distribuir 400 mil sacolinhas

O programa foi iniciado nesta quinta-feira (5). Moradores e turistas dispõem também dos serviços do CacaCão e Cata Bagulho

 

Equipamento tem capacidade para separar pequenos pedaços de vidro. Foto: Jairo Marques

Equipamento tem capacidade para separar pequenos pedaços de vidro. Foto: Jairo Marques

A Prefeitura de Praia Grande deu início oficial à Operação Praia Limpa Dá Pé nesta quinta-feira, na praia do Boqueirão. O serviço será mantido até o dia 5 de março, com a mobilização de 150 funcionários nos trabalhos de limpeza e distribuição de sacolinhas. Eles percorrerão os 22,5 quilômetros de praia, fazendo limpeza e conscientizando turistas sobre a importância da destinação correta do lixo produzido, principalmente na orla marítima.

Neste período serão distribuídas cerca de 400 mil sacolinhas. Na faixa de areia estarão dispostas cerca de 200 lixeiras. Ao longo da orla estarão instaladas sete tendas, para supervisão do serviço, nos seguintes locais: altura das ruas Xixová e Londrina, bairro Boqueirão; Peru, bairro Guilhermina; Avenida Vicente de Carvalho, bairro Ocian; Avenida dos Sindicatos, bairro Mirim; Avenida Nossa Senhora de Fátima, bairro Caiçara; e Rua dos Girassóis, bairro Flórida.

O vice-prefeito Alexandre Evaristo Cunha, representando o prefeito Alberto Mourão, ressaltou a importância do serviço durante o lançamento: “É um trabalho de muita importância, pois a Cidade recebe milhares de pessoas que procuram nossas praias e é bom fazer esta campanha para conscientizar população e turistas a nos ajudar a manter nossas praias limpas. Afinal é o que todos queremos”.

Para se ter idéia da importância do trabalho, a maior quantidade de detritos jogados na faixa de areia, calçadão e vias públicas é de produtos de difícil degeneração (além do material orgânico): latas de alumínio, que demoram mil anos para se desintegrarem na natureza; vidro, que demora 10 mil anos; borracha e embalagens tipo longa vida, 100 anos; latas de aço, 10 anos; goma de mascar, 5 anos; e pontas de cigarro, que levam três meses para se decompor. Como a maioria desses materiais é reciclável, bastaria apenas dar o encaminhamento correto para colaborar com a preservação da natureza, com a limpeza da Cidade e auxiliar na geração de renda de pessoas carentes que atuam como catadores.

Novidade – A maior novidade desta quarta edição é uma máquina para limpeza e aeração da areia, por meio de peneiras, que funciona engatada a um minitrator. O equipamento, adquirido por R$ 70 mil, tem capacidade para separar pequenos detritos, como cigarros, palitos de sorvete e pedaços de vidro, removidos manualmente.

Junto com a operação Praia Limpa Dá Pé acontecem também os projetos CacaCão e Cata Bagulho. O primeiro é um trabalho de conscientização dos donos de cães que circulam na praia. “Junto ao trabalho serão distribuídas também sacolinhas para incentivá-los a criar o hábito de recolher as fezes dos animais”, explicou o secretário de Serviços Urbanos, Sérgio Bonito.

O Cata Bagulho é um serviço a ser mantido permanentemente. Quem quiser se desfazer de um eletrodoméstico ou móvel pode agendar junto a Sesurb a retirada do material. Para isso, basta ligar para o telefone 0800-102027 e agendar a retirada. O serviço é gratuito.

Jornal Eletrônico da Prefeitura da Estância Balneária de Praia Grande



Leave a Reply