Praia Limpa e Agente da Paz divulgados em nível nacional

“Agora, com o Agente da Paz, estaremos promovendo com mais ênfase a boa relação entre os banhistas, para que a educação, o respeito, a cidadania e a amizade seja uma característica na orla de Balneário Camboriú”, analisa o secretário.

 

Praia Limpa e Agente da Paz divulgados em nível nacional

27.01.2010

Praia Limpa e Agente da Paz divulgados em nível nacionalA partir desta semana o projeto Praia Limpa, promovido pela Prefeitura de Balneário Camboriú através da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), estará trabalhando também a proposta do Agente da Paz, realizado pela Associação dos Magistrados Catarinenses e parceiros, e de autoria da juíza da Vara da Família de Balneário Camboriú, Sônia Mazetto Moroso, com relatoria da coordenadora pedagógica do projeto, Sandra Córdova D’Agostini. O objetivo é considerar que o meio ambiente, além de necessitar respeito e preservação, também precisa da harmonia entre os cidadãos que se utilizam dele.

A ideia foi assimilada pela equipe de produção do programa Brasil.Jus da TV Justiça de Brasília, que fez imagens do trabalho realizado pelo Praia Limpa com o Agente da Paz, na tarde desta terça-feira (26), na Praia Central de Balneário Camboriú. Segundo explica o secretário do Meio Ambiente, André Ritzmann, os monitores do projeto realizam um trabalho de educação ambiental, para que os banhistas saibam como aproveitar a praia sem agredir o meio ambiente. Por isso, recebem sacolas plásticas e minicinzeiros em forma de cone, para que depositem o lixo nesses recipientes e depois esvaziem nos lixos maiores, instalados na orla da praia. Além desse trabalho, os monitores distribuem fitas que são colocadas nos pulsos de crianças e até de idosos, para que não se percam de seus familiares. Para isso, a praia foi dividida em cinco setores e as fitas correspondem a essas divisões: Laranja (Pontal Norte até rua 1401); Azul (Rua 1401 até Avenida Alvin Bauer); Branco (Av.Alvin Bauer até Rua 2500); Amarelo (Rua 2500 a Rua 3700) e Roxo (Rua 3700 até o final da Barra Sul).

“Agora, com o Agente da Paz, estaremos promovendo com mais ênfase a boa relação entre os banhistas, para que a educação, o respeito, a cidadania e a amizade seja uma característica na orla de Balneário Camboriú”, analisa o secretário. Os trabalhos das duas propostas iniciaram distintamente. Para a próxima temporada, Ritzmann adianta que o logotipo do Agente da Paz estará presente na camiseta dos monitores do Praia Limpa como parceiro. Neste verão, as fitas brancas do Agente da Paz também são distribuídas entre os banhistas.

Agente da Paz nas escolas

A juíza Sônia Moroso acredita que o projeto Agente da Paz possa alcançar outros setores e trabalhos da sociedade, principalmente nas escolas, ambientes de trabalho, no dia-a-dia em pequenas ações que possam desencadear o bom convívio e a harmonia na sociedade. Também nesta terça-feira, dois exemplos de aplicação do projeto Agente da Paz foram mostrados à produção do Brasil.Jus, em ambientes escolares. O primeiro na escola particular Quintal Mágico, no bairro Ariribá, e o segundo no Núcleo de Educação Infantil municipal Carrossel,  localizado na Rua Grécia, no Centro. No Ariribá, a reportagem da TV Justiça conheceu a Canção da Paz, música tema do projeto Agente da Paz, criada e interpretada pela banda Nego Joe, de Balneário Camboriú. Também entrevistou mães, professoras e a diretora do colégio, sobre a aplicação do Agente da Paz no ambiente escolar.

No núcleo municipal Carrossel, mesmo em férias, as crianças e algumas mães vieram para a escola mostrar que o projeto também está sendo bem aproveitado e produz frutos positivos. De roupas brancas e motivados, os pequenos cantaram outra canção em prol da paz, alguns também foram entrevistados pela equipe do Brasil.Jus e a juíza Sônia explicou como a proposta pode funcionar no ambiente escolar, na família, ou em qualquer meio que se proponha aumentar a cultura da paz. Vale lembrar que o programa Brasil.Jus esteve na cidade com a proposta de divulgar a cidade e o projeto Agente da Paz. Sua exibição, que mostrará pontos turísticos da cidade e a proposta da Associação dos Magistrados Catarinenses iniciada pela juíza Sônia Moroso de Balneário Camboriú, acontece no dia 8 de fevereiro, às 20h30, na TV Justiça de Brasília, para todo o País, com reprises. para ler mais sobre esse assunto acesse http://www.balneariocamboriu.sc.gov.br/imprensa/noticia.cfm?codigo=5201&home=1  .

Assessoria de Imprensa
Departamento de Comunicação
Prefeitura de Balneário Camboriú
Fotos: Silvia Bomm
(47) 3267-7022

Baixar arquivo anexo desta matéria

 

 

Praia Limpa é apresentado à imprensa

20.01.2010

Praia Limpa é apresentado à imprensaNa tarde desta quarta-feira, 20, através da Secretaria do Meio Ambiente, a Prefeitura de Balneário Camboriú apresentou oficialmente à imprensa e convidados a nova edição do Projeto Praia Limpa. A cerimônia ocorreu no Parque Natural Raimundo Malta e contou com a presença do vice-prefeito, Cláudio Dalvesco entre outras autoridades.

Com o objetivo de preservar a Praia Central, os 30 monitores conscientizam banhistas a não deixar lixo na faixa de areia. Além disso, o Projeto distribui pulseiras de identificação para as crianças, que caso se percam, sejam facilmente encontradas pelos pais.

O secretário do Meio Ambiente, André Ritzmann, destacou a importância dos parceiros do Praia Limpa, como a rede de Supermercados Angeloni,  a Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), a Rádio Menina e a Coneville, sem as quais o Projeto não poderia ser realizado. Ritzmann explicou que o projeto deveria ter começado já em dezembro, início da temporada, mas que a Prefeitura só conseguiu isso com a chegada destes parceiros. O secretário ainda apelou para que outros empresários da cidade abracem o projeto para que em 2011 ele seja ainda maior.

Até agora, os monitores do projeto já distribuíram mais de 42 mil saquinhos de lixos individuais e mais de 3,8 mil cinzeiros ecológicos (microlixeiras) - usadas para pequenas quantidades de lixo, como papéis de bala, tampinhas de garrafa, palitos de picolés, cigarros e etc. 

Até o final desta edição do Praia Limpa, devem ser distribuídas também  180 mil pulseiras de identificação que são sinalizadas com cores diferentes, de acordo com o setor que a criança se encontra, para uma rápida localização dos pais:

Setores de identificação                                                                     

Setor 1 – Laranja: Imediações da rua 2001;

Setor 2 – Azul: Proximidades da rua 1101;

Setor 3 – Branco: Altura da Praça Almirante Tamandaré;

Setor 4 – Amarelo: Perto da rua 3300;

Setor 5 – Lilás: Próximo à rua 4000.

Em média, duas crianças são encontradas todos os dias com o auxílio do Praia Limpa. Todo o material distribuído no Projeto Praia Limpa, incluindo as pulseiras de identificação, é gratuito.  O Praia Limpa foi destaque em rede nacional ao ser apresentado no programa Fantástico, da Rede Globo, no último domingo e é referência no que diz respeito à preservação ambiental nas praias do Brasil.

Prefeitura de Balneário Camboriú
Departamento de Comunicação
Fotos e Texto: Ariston Sal Junior
Fone: (47) 3267-7000

Baixar arquivo anexo desta matéria

 

 

Projeto Praia Limpa será apresentado nesta quarta-feira

19.01.2010

Projeto Praia Limpa será apresentado nesta quarta-feiraA nova edição do projeto Praia Limpa será oficialmente apresentada à imprensa e convidados nesta quarta-feira, às 15 horas, numa cerimônia no Parque Natural Raimundo Malta. O projeto tem o objetivo de conscientizar os banhistas a preservar a praia e não deixar sujeira na areia. Além disso, o Praia Limpa distribui pulseiras de identificação para que as crianças não se percam dos pais na praia.

Neste ano, o Praia Limpa conta com 30 monitores. Em duas semanas já haviam sido distribuídos 42 mil saquinhos de lixos individuais e 3.800 cinzeiros ecológicos, também chamados de microlixeiras, que são usadas para pequenas quantidades de lixo, como papel de bala e chicletes, tampinhas de garrafa, palitos de picolés e as pontas de cigarros. Todo o material do projeto, inclusive as pulseiras, é gratuito.

As pulseiras de identificação tem cores diferentes e cada uma delas representa uma área da Praia Central, assim, quando uma criança for encontrada se torna mais fácil localizar os pais. Os setores da praia são divididos da seguinte forma: setor 1 – cor laranja, nas imediações da rua 2001; setor 2 – azul, nas proximidades da rua 1101; setor 3 – branco, na altura da Praça Tamandaré; setor 4 – amarelo, perto da rua 3300; setor 5 – lilás, próximo à rua 4000. Em média, duas crianças são encontradas todos os dias com o auxílio do Praia Limpa.

O projeto foi destaque em rede nacional ao ser apresentado no programa Fantástico, da Rede Globo, no último domingo e é referência no que diz respeito à preservação ambiental nas praias do Brasil. O projeto Praia Limpa é realizado pela Prefeitura de Balneário Camboriú, através da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), com o apoio da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), Rádio Menina, Coneville e Supermercado Angeloni.

Mais Informações
Haydée Assanti (assessora da Semam)
Fone: (47) 3363-7145

Prefeitura de Balneário Camboriú
Departamento de Comunicação
Texto: Fabricia Prado ( SC 03103 JP)
Foto: Ariston Sal Jr.
Fone: (47) 3267-7022

Baixar arquivo anexo desta matéria

 

 

Praia Limpa reforça trabalho de conscientização na limpeza das praias

13.01.2010

Praia Limpa reforça trabalho de conscientização na limpeza das praiasEm sua segunda semana de ação, que culminará em um total de oito, o projeto Praia Limpa, promovido pela Secretaria do Meio Ambiente de Balneário Camboriú, permanece com suas atividades a todo vapor na Praia Central de Balneário Camboriú. O objetivo do trabalho é conscientizar os banhistas a preservar a praia e não deixar sujeira na areia. Desde o início da campanha, já foram distribuídos cerca de 42 mil saquinhos de lixos individuais e 3.800 cinzeiros ecológicos, também chamados de microlixeiras, por poder acondicionar pequenas quantidades de lixo, como papel de bala e chicletes, tampinhas de garrafa, palitos de picolés e as pontas de cigarros.

Desde o dia 5 de janeiro, início do projeto que conta com 30 monitores em pontos estratégicos e que se revezam em diferentes turnos para cuidar da praia, cerca de de 9 mil crianças já foram identificadas com as pulseiras gratuitas, outra ação que faz parte do trabalho do Praia Limpa. A assessora do Meio Ambiente, Haydée Assanti, enfatiza que as pulseiras de identificação são grátis. “Não se cobra por nada distribuído nesta campanha. Tanto as pulseiras de identificação, quanto os kits com sacolas plásticas e cinzeiros ecológicos são fornecidos aos banhistas gratuitamente”, alerta Haydée. A assessora conta que já recebeu denúncias de pessoas que estão vendendo pulseiras parecidas na praia. “Se alguém constatar essa prática, denuncie para a polícia”.

Existem cinco Centros de Atendimento Praia Limpa, espalhados em pontos estratégicos na Praia Central e identificados por cores. Lilás, Amarelo, Branco, Azul e Laranja são os cinco setores, e as crianças identificadas com a pulseira na cor específica deverão ser encaminhadas aos setores correspondentes. A assessora revela que desde o início das atividades foram anotados casos de crianças que se perderam dos pais ou responsáveis. “Pelo menos duas crianças por dia são registradas pelos monitores. Os setores Azul, Amarelo e Branco, os mais centrais, são onde acontecem a maioria dos casos”, preocupa-se.

Haydée diz ainda que, em muitos casos, a criança não está com a pulseira e muitos pais ainda resistem à ideia de identificar os filhos, alegando falta de necessidade. “Somente depois de perder os filhos é que os pais passam a ver que a pulseira é necessária, pois ajuda muito na hora encontrar os pequenos”.
Quanto à sujeira na areia da praia, aos poucos os frequentadores se acostumam a utilizar os saquinhos plásticos, distribuídos pelos monitores. “Mas a gente sabe que as mudanças de hábitos são lentas e difíceis de alcançar”, lamenta Haydée. Ainda de acordo com ela, o maior problema tem sido o fato das pessoas deixarem os saquinhos cheios de lixo na praia, quando deviam depositá-los nas lixeiras que estão na areia para esse propósito. “Os nossos monitores tem juntado esses saquinhos, apesar de não ser esse o objetivo do projeto. Nós orientamos as pessoas e distribuímos o material necessário, para que os frequentadores da praia destinem corretamente o lixo que produzem. A coleta do lixo da praia é feita pela Coneville”, complementa.

Texto: Ariston Sal Junior
Assessoria de Imprensa
Departamento de Comunicação
Fotos: Haydée Assanti
Prefeitura de Balneário Camboriú
(47) 3267-7022

Baixar arquivo anexo desta matéria

 

 

Monitores do Praia Limpa realizam treinamento

15.12.2009

Monitores do Praia Limpa realizam treinamentoUma boa notícia para banhistas, turistas e moradores de Balneário Camboriú. O projeto Praia Limpa está de volta à Praia Central da cidade e com objetivo de fazer com que as pessoas destinem corretamente o lixo, enquanto se divertem. Outra boa notícia é que ainda existem vagas para universitários que queiram trabalhar no projeto. No próximo dia 21, ele será lançado e entra em operação ainda neste ano. A meta é colocar na orla 60 acadêmicos, que irão se transformar em
monitores. As inscrições acontecem junto à Secretaria do Meio Ambiente, onde também ocorre o lançamento do projeto, às 15 horas de segunda-feira, no Parque Natural Raimundo Malta. A realização é da Prefeitura de Balneário Camboriú, através da Semam, com apoio da Emasa – Empresa Municipal de Saneamento.

Os interessados em fazer parte do quadro de monitores do Praia Limpa devem estar cursando a Universidade do Vale do Itajai (Univali), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) ou Faculdade Avantis. Eles trabalharão seis horas por dia, com uma folga por semana. O serviço é remunerado e vai até 28 de fevereiro de 2010. Informações pelo telefone (47) 3363-7145.

Praia Limpa - Seu funcionamento consiste na divisão da Praia Central em cinco setores, cada um de uma cor. Em cada setor da areia é montada uma barraca, na qual trabalham os monitores que distribuem gratuitamente sacolinhas de lixo individuais, cinzeiros ecológicos e percorrem a extensão daquele local(cor) distribuindo materiais informativos para orientar os banhistas.  Para dar mais segurança às famílias na praia, serão distribuídas, ainda, pulseiras de identificação para crianças, na cor do setor correspondente. O Praia Limpa funcionará em dois turnos, das 8 às 13h e das 13 às 18h.

O treinamento que os monitores recebem abrange noções de atendimento ao visitante, comportamento junto aos turistas, sobre o meio ambiente e a sua manutenção e, entre outras informações, sobre a coleta de lixo na cidade. A capacitação é realizada pelos funcionários da Semam Renato Koprowski, Mara Becker Lins, Haydèe Assanti e Carla Cravo, com turmas de aproximadamente 15 pessoas, durante duas tardes cada turma. Nesta segunda e terça-feira aconteceu a primeira capacitação.

Os setores da praia serão divididos da seguinte forma:
Setor 1 – cor laranja, nas imediações da rua 2001;
Setor 2 – azul, nas proximidades da rua 1101;
Setor 3 – branco, na altura da Praça Tamandaré;
Setor 4 – amarelo, perto da rua 3300;
Setor 5 – lilás, próximo à rua 4000.

Assessoria de Imprensa
Departamento de Comunicação
Fotos: Divulgação Semam
Prefeitura de Balneário Camboriú
(47) 3267-7000

Baixar arquivo anexo desta matéria

 

Praia Limpa



One Response to “ Praia Limpa e Agente da Paz divulgados em nível nacional ”

  1. Outro bom exemplo de pessoas especiais que amam o nosso planeta e estão dando o seu melhor para mante-lo são….
    O Brasil está cheio de bons exemplos que precisam ser divulgados…e os mais sérios infelizmente são os que menos aparecem na midia
    Parabens ao “Praia Limpa” !

Leave a Reply