Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil

Durante o evento de abertura do I Seminário Internacional de Tecnologias e Gestão de Resíduos, no Rio de Janeiro, foi lançada a edição 2009 do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil. A publicação já está disponível para download.

 

 

Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil

Durante o evento de abertura do I Seminário Internacional de Tecnologias e Gestão de Resíduos, no Rio de Janeiro, foi lançada a edição 2009 do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil. A publicação já está disponível para download.

 

Apresentação

A edição 2009 do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil é lançada no momento em que se intensificam as mobilizações para a aprovação de uma Política Nacional de Resíduos Sólidos. As discussões convergiram e diversos pontos comuns foram estabelecidos, criando o ambiente favorável para aprovação do projeto de lei pelo Congresso e posterior sanção pelo Presidente da República.

O Brasil poderá, sim, ter em breve, uma Política de Resíduos vigente para todo o território nacional, com disposições que veicularão regras a serem obedecidas em cada um dos 5.565 municípios. No entanto, num país de dimensões continentais, as diferenças regionais são marcantes, os usos e costumes e o grau de desenvolvimento são alguns dos fatores de diferenciação que precisam ser levados em consideração na condução de qualquer projeto nos mais diferentes setores da economia.

No setor de resíduos sólidos, as condições e as características de cada localidade têm implicações diretas no dimensionamento dos serviços e equacionamento das soluções. As medidas mais indicadas para o manejo dos resíduos e o sucesso das mesmas dependem diretamente do atendimento das peculiaridades de cada município e dos fatores locais de influência.

Diante disso, mais do que nunca, é importante constatar a situação atual da gestão dos resíduos sólidos, pois somente a partir do conhecimento do problema é que se torna possível implementar soluções acertadas e efetivas.

O Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2009 vem, de maneira bastante oportuna, atender a essa necessidade, trazendo os dados mais atuais sobre resíduos sólidos no país. A decisão da ABRELPE de concentrar esforços no levantamento de dados evolutivos, relacionados aos resíduos sólidos urbanos, cujas deficiências no manejo afetam indistintamente os municípios de todas as regiões brasileiras, pode ser considerada um ponto relevante desta edição

De maneira inédita, o presente documento, além dos dados para o Brasil como um todo e suas regiões geográficas, também apresenta as informações compiladas para cada um dos Estados, possibilitando um planejamento muito mais eficiente, uma vez que apresenta dados customizados para atender a situação de cada unidade federativa.

Com o conjunto de informações disponibilizadas nesta publicação poder-se-á aplicar os princípios e diretrizes de uma Política Nacional, que são gerais e indicam os caminhos para o atendimento das demandas e peculiaridades locais, que são específicas, e assim viabilizar a cada gestor a identificação da solução adequada para a sua realidade.

À medida que os temas relacionados aos resíduos sólidos ganham uma importância cada vez maior junto à sociedade, a atualização anual e o aprofundamento dos dados que dão origem ao panorama do setor constituem-se num instrumento imprescindível para a definição das estratégias direcionadas ao desenvolvimento do mesmo.

Ciente da importância do presente documento, a ABRELPE traz mais uma edição ampliada e atualizada do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil, que se constitui como uma contribuição das empresas de limpeza urbana e gestão de resíduos sólidos ao desenvolvimento técnico-operacional do setor, o qual, juntamente com a promoção da sustentabilidade e a preservação do meio ambiente, configura a missão de nossa Associação.

Carlos R V Silva Filho
Diretor Executivo
maio/2010 

 

Objetivo

O Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil foi criado com o objetivo de facilitar o acesso dos órgãos governamentais, das empresas públicas e privadas, das organizações não-governamentais, entidades educativas, da imprensa e da sociedade em geral, às informações sobre os resíduos sólidos em seus diversos segmentos, que em muitos casos estão fracionadas e/ou desatualizadas.

A primeira edição data do ano de 2003 e seu objetivo maior é permitir uma visão geral do problema representado pelos resíduos sólidos no país. Por meio da disponibilização de informações consolidadas, completas e confiáveis, além de convenientemente tratadas de modo a facilitar sua compreensão, o Panorama é uma fonte abrangente de estudos na busca do equacionamento das soluções demandadas e desenvolvimento do setor.

O Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil ganhou visibilidade e importância para os técnicos do setor no Brasil e no mundo. São inúmeros os elogios, agradecimentos e solicitações dos mais variados órgãos, empresas e universidades.

A ABRELPE acredita que a disseminação de informação é um importante instrumento para o estímulo de investimentos nesse setor e para a sensibilização da sociedade a respeito da gestão de resíduos sólidos.

Com a finalidade de disponibilizar a publicação a todos os interessados, a versão digital de todas as edições do Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil pode ser encontrada, para consulta ou download, neste website.



Leave a Reply