Fernandez é vice no Campeche

O baiano Marco Fernandez garantiu o vice-campeonato Brasileiro de Surfe Pro Junior (SUB-20), em evento finalizado neste domingo (6/6), nas extensas direitas da praia do Campeche, em Santa Catarina.

 

 

Fernandez é vice no Campeche

Marco Fernandez conquista vice-campeonato no Oakley Pro Junior em Santa Catarina

 

© Fabriciano Junior / SurfBahia

 

Por Ader Oliveira

O baiano Marco Fernandez garantiu o vice-campeonato Brasileiro de Surfe Pro Junior (SUB-20), em evento finalizado neste domingo (6/6), nas extensas direitas da praia do Campeche, em Santa Catarina.

Depois de performances eletrizantes durante todos os dias do Oakley Pro Junior, Marco chegou até a finalíssima, onde acabou superado pelo paulista Caio Ibelli pelo placar de 15.33 contra 12.17 pontos.

Depois de uma semana de mar difícil na praia da Joaquina, o campeonato foi encerrado com chave-de-ouro no cenário paradisíaco do Riozinho do Campeche, onde direitas perfeitas entravam sem parar para o delírio dos oito finalistas.

O baiano Marco Fernandez começou bem contra o catarinense Santiago Muniz no primeiro duelo das quartas de final, vencendo a bateria com o maior placar do dia, 16,33 pontos. Depois passou pelo capixaba Krystian Kymmerson, mas não conseguiu achar boas ondas na grande final.

“Eu queria o título, mas o segundo lugar também foi bom. Fiz minha primeira final no ano, pena que não achei as ondas na bateria que eu mais precisava delas, mas tudo bem. O Caio (Ibelli) abriu a bateria com tudo, com um 8,33, aí eu fiquei um pouco inseguro, errando as manobras. No final ainda fiz umas notinhas, mas não foi nada demais e a vitória do Caio foi merecida mesmo, quebrou na final”, admitiu Fernandez, que levou R$ 4 mil pelo vice-campeonato no Oakley Pro Junior 2010.

 

© Basílio Ruy

 

Na grande final, Marquinho não entrou em sintonia com as ondas do Campeche e viu seu adversário encaixar boas batidas e aéreos para registrar 8.33 e 7.0 pontos em suas duas melhores ondas.

Fernandez ainda tentou reverter a situação numa bela direita, mas acabou caindo na onda que certamente o faria entrar na briga pelo título.

Marquinho iniciou a onda com uma bela rasgada, aplicou uma forte batida passando a seção, mas errou a finalização e recebeu apenas 6.17 pontos dos juízes.

Faltando pouco menos de 30 segundos para o final, Marco foi para o tudo ou nada numa onda intermediária e acabou cravando 6.00 pontos, mas precisava de uma nota 9.16 para tornar-se campeão brasileiro pro junior.

Para chegar à final do Oakley Pro Junior, o camaçariense despachou importantes nomes do cenário mundial sub-20 como Geovani Ferreira, Ricardo dos Santos, o francês Medi Verminardi, Santiago Muniz e o capixaba Krystian Kymmerson.

 

© Basílio Ruy

 

A melhor apresentação do baiano na prova foi na primeira bateria das quartas-de-final, quando deixou o catarinense Santiago Muniz precisando de uma combinação de notas superior a 16.33 pontos.

Neste domingo, o diretor de marketing da Oakley, Luis Pinga, anunciou uma premiação extra para os finalistas do Oakley Pro Junior. Caio Ibelli, campeão do evento, e Marquinho, vice, foram premiados com uma viagem com todas as despesas pagas para algum lugar da América Central.

Com a finalização do evento, o baiano Marco Fernandez coloca mais um grande resultado no seu currículo, o de vice-campeão brasileiro pro junior.

Resultado final do Oakley Pro Junior

1 Caio Ibelli (SP)
2 Marco Fernandez (BA)
3 Krystian Kymmerson (ES)
3 Ian Gouveia (SC)
5 Santiago Muniz (SC)
5 Jessé Mendes (SP)
5 Marthen Pagliarini (SC)
5 Pedro Husadel (SC)

 

© Basílio Ruy



One Response to “ Fernandez é vice no Campeche ”

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Global Garbage, Marco Fernandez. Marco Fernandez said: RT @GlobalGarbage: Fernandez é vice no Campeche http://bit.ly/Marco-Fernandez-Maresia @fernandezmarco @maresia1986 [...]

Leave a Reply