Poluição por plásticos nos oceanos: uma preocupação global- Global Garbage

Poluição por plásticos nos oceanos: uma preocupação global

Em um estudo recentemente realizado no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, foram encontrados PCBs e pesticidas organoclorados em plásticos retirados do trato digestório de albatrozes e petréis.

 

 

São Paulo, 24 de junho de 2010

Poluição por plásticos nos oceanos: uma preocupação global

 

© David M. Lawrence / Plastics at SEA www.sea.edu/plastics

© David M. Lawrence / Plastics at SEA www.sea.edu/plastics

 

Fernanda Imperatrice Colabuono

Os plásticos têm inúmeras qualidades e utilidades que trazem praticidade a nossa vida. Apesar disso, uma vez descartados no ambiente podem causar sérios prejuízos a biota e ao ecossistema.  Hoje em dia, os plásticos são considerados poluentes emergentes e constituem um problema global. Por este motivo, pesquisadores de todo o mundo tem se preocupado com este tema e diversos estudos sobre a poluição por plásticos tem sido desenvolvidos.

A ingestão de plásticos por animais marinhos, como tartarugas e aves, é um assunto em particular que tem chamado muito a atenção dos pesquisadores, devido aos danos causados a estes animais. Os efeitos físicos causados pela ingestão de plásticos são os mais conhecidos. Dentre eles pode-se citar o sufocamento por grandes peças de plástico, a obstrução do trato digestório e a diminuição do volume funcional do estômago, que podem causar, em pouco tempo, a morte do animal.

 

Ave marinha encontrada morta em uma praia da costa sul do Brasil. Muitas destas aves encontram-se com o trato digestório repleto de plásticos. © Fernanda Imperatrice Colabuono / IO-USP

Ave marinha encontrada morta em uma praia da costa sul do Brasil. Muitas destas aves encontram-se com o trato digestório repleto de plásticos. © Fernanda Imperatrice Colabuono / IO-USP

 

Outro problema associado à ingestão de plásticos que têm sido recentemente investigado é a transferência de poluentes orgânicos persistentes que encontram-se adsorvidos a superfície dos plásticos para os animais que os ingerem. Os plásticos adsorvem os poluentes presentes no ambiente e chegam a ter concentrações tão altas quanto as encontradas em diversos animais, e estão sendo utilizados para monitorar a poluição de diversos locais no mundo. Apesar de a alimentação ser a maior via de exposição de poluentes orgânicos persistentes para os animais marinhos, alguns trabalhos investigam a ingestão de plásticos como uma fonte adicional de contaminação. Os poluentes orgânicos persistentes são bastante conhecidos por seus efeitos tóxicos e além da sua grande persistência no ambiente, possuem alta afinidade aos tecidos animais. Os bifenilos policlorados (PCBs) e pesticidas organoclorados, como os DDTs, são exemplos de alguns poluentes orgânicos persistentes encontrados nos plásticos.

As aves marinhas estão entre os animais mais afetados pela poluição dos oceanos. São animais com alta freqüência de ingestão de plásticos, em especial o grupo dos albatrozes e petréis que são capazes de acumular os plásticos no trato digestório por longos períodos. Da mesma maneira, problemas causados por poluentes orgânicos persistentes em aves marinhas são bastante conhecidos, sendo associados com a diminuição do sucesso reprodutivo e declínio de populações destes animais. Em um estudo recentemente realizado no Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo, foram encontrados PCBs e pesticidas organoclorados em plásticos retirados do trato digestório de albatrozes e petréis. Observou-se que tanto as concentrações destes contaminantes nos plásticos como o grupo de compostos encontrados eram bastante similares aos encontradas nos tecidos das mesmas aves. As investigações continuam em diversos centros de pesquisa em busca de maiores evidências sobre a transferência de poluentes dos plásticos para os animais marinhos.

 

Pedaços de plásticos encontrados no trato digestório de uma ave marinha. Os plásticos podem causar diversos danos físicos, além de serem uma possível fonte de contaminação por poluentes orgânicos persistentes. © Fernanda Imperatrice Colabuono / IO-USP

Pedaços de plásticos encontrados no trato digestório de uma ave marinha. Os plásticos podem causar diversos danos físicos, além de serem uma possível fonte de contaminação por poluentes orgânicos persistentes. © Fernanda Imperatrice Colabuono / IO-USP

 

A mortalidade de animais marinhos causada pelos plásticos pode ser facilmente observada em diversas partes do mundo. Entretanto, a poluição por plásticos pode causar problemas além daqueles que os nossos olhos podem ver como o transporte de poluentes orgânicos e a transferência destes contaminantes para os animais marinhos.  Por serem leves e capazes de flutuar na superfície da água, os plásticos são carregados pelas correntes marinhas e são encontrados até em lugares remotos do planeta, distantes de áreas industrializadas e poluídas, o que mostra que este não é apenas um problema local. A grande quantidade de plásticos presentes no ambiente marinho e os prejuízos causados ao ecossistema por este tipo de poluição é um alerta de que este é um problema que merece a atenção de todos.

Fernanda Imperatrice Colabuono é estudante de doutorado da Universidade de São Paulo. Seu projeto foi financiado pelo CNPq e contou com a colaboração do Projeto Albatroz e do Centro de Reabilitação de Animais Marinhos (FURG).

 

Se você é estudante, pesquisador ou jornalista e deseja obter o estudo, escreva para info@globalgarbage.org



8 Responses to “ Poluição por plásticos nos oceanos: uma preocupação global ”

  1. Rogerio Tadeu R. Nogueira disse:

    Olá Pessoal, Muito bom o Trabalho!!!
    Fara parte da pesquisa para o meu trabalho (projeto integrador)no curso de gestão ambiental.
    Gostaria que se possivel me enviasse o trabalho completo.
    Me disponho para quais quer infromações
    Grato
    Rogério Nogueira

  2. OI Everton,
    Parabens a vcs todos pela iniciativa e pela energia boa que vai ‘contagiar’ muita gente por aí.
    A melhor educação é o exemplo….e esse bom exemplo de vcs vai ser seguido com certeza.
    Ituberá ,’cachoeira reluzente’ em tupi, tem 26mil habitantes ! Vc tem duas alternativas:ou ‘aperta’ com o prefeito André Lisboa Filho para que entre no circuito da coleta seletiva e ponha Ituberá no mapa das vilas que respeitam a Natureza, ou vai em frente com seu grupo de amigos e separa tudo para que os catadores de reciclaveis os reutilizem. Naturalmente tem gente catando lata e plasticos por perto. Aqui na Ilha de Itaparica tb não existe coleta seletiva ainda(na frente de Salvador!)mas tem catadores de reciclaveis e é para eles que direcionamos tudo que separamos.
    Com as eleições em 2012 naturalmente que prefeitos e candidatos vão querer ‘faturar votos’ com o logo ‘amigo do meio ambiente’….é de aproveitar e sugerir um projeto de coleta seletiva para a vossa vila.
    Consulte o http://www.cempre.org.br e escreva para eles tb.
    Grande abraço!
    cgm

  3. everton costa farias disse:

    olá,meu nome é everton moro na barra de serinhaém ituberá ba, e junto com alguns amigos(amilton,damiana,laura,lidiane)juntamos algumas crianças para fazer o projeto praia limpa,começamos no dia 11-09-2011,recolhemos muitos materiais reciclaveis assim como:plasticos,borrachas,latinhas,isopö entre outros,porem não temos onde reciclar,petendemos levar o projeto em frente mas sem ter como reciclar fica um pouco díficil,inclusivel eu coloquei algunas fotos no meu orkut.não queremos que esses materiais vá ´para alto mar para prejudicar nossos oceanos,queremos alguma ajuda!
    acho o trabalho de vocës muito legal,é um garnde exemplo que temos para as futuras geraçoês.desde de já muito obrigado.

  4. Tatiana disse:

    é triste saber que as pessoas poluem as praias, ruas etc e depois culpam o governo.
    Ah, eu adorei a pesquisa. Parabéns

  5. Juliana Maia Nucci disse:

    Muito bom o trabalho.
    Todos os aspectos vinculados ao plástico necessitam de ampla atenção e divulgação!
    Parabéns!

  6. nos estamos muito contente com as coisas q vcs andao fazendo cuidando dos animais!!!
    parabems !!

  7. Antonio Ormundo disse:

    Muito Bom Trabalho, parabns!
    Favor Enviar-me Imformativos.
    Antonio Ormundo
    Santa Cruz Cabralia - Bahia

  8. [...] This post was mentioned on Twitter by Anna Maria( Anny), Anna Maria( Anny), Global Garbage, Fabiano Barretto, Água na Jarra and others. Água na Jarra said: Que tal praticarmos o Reduzir? RT @GlobalGarbage Poluição por plásticos nos oceanos: uma preocupação global http://bit.ly/Colabuono [...]

Leave a Reply