Danilo Couto faz história em Jaws

No último dia 8 de fevereiro, o baiano Danilo Couto entrou para a história ao dropar uma das maiores ondas já surfadas na remada em Jaws, Maui, Hawaii.
Com a presença de big riders renomados como Mark Healey, Ian Walsh, Nathan Fletcher, Greg Long, Marcio Freire e Yuri Soledade, Couto simplesmente despencou por cerca de 20 metros, em uma onda equivalente a um prédio de seis andares.

 

Remada espetacular 

Danilo Couto faz história em Jaws
 

Danilo Couto dropa onda histórica em Jaws e é um dos favoritos ao título do Billabong XXL. Foto: Tracy Kraft.


Por Fábio Maradei em 23/02/11 

No último dia 8 de fevereiro, o baiano Danilo Couto entrou para a história ao dropar uma das maiores ondas já surfadas na remada em Jaws, Maui, Hawaii. 

Com a presença de big riders renomados como Mark Healey, Ian Walsh, Nathan Fletcher, Greg Long, Marcio Freire e Yuri Soledade, Couto simplesmente despencou por cerca de 20 metros, em uma onda equivalente a um prédio de seis andares. 

“Rapaz, essa foi inédita! Jaws para a direita, com parede para trabalhar depois, não teve igual. O retorno aqui da comunidade foi absurdo. Todo mundo veio falar comigo”, vibra o surfista que há 16 temporadas vive no Hawaii. 

“Surfo estas ondas há 10 anos, mas esta sem dúvida foi especial. Por ter sido longa e ter exigido muito para finalizá-la com sucesso”, diz Couto. 

O feito foi devidamente registrado pelo fotógrafo Tracy Kraft e pelo cinegrafista Elliot Leboe e já está inscrito no  Billabong XXL 2011 Global Big Wave Awards.
 

Danilo, towards the end of what everyone was calling the wave of the day. He wheelied into the beast before grabbing rail through the mid-bowl and capped it off with an intense foam ball ride. Photo: Batel Shimi


“Estou concorrendo na categoria principal, Onda do Ano. Ela define-se: combinação de tamanho, qualidade e ter sido completada com êxito. Além disso, concorro também na categoria Maior Onda, com a mesma e mais duas outras ondas surfadas para a esquerda”, fala Couto. 

“Também concorro no Maior Tubo, com um fato inédito. Pela primeira uma onda surfada no Brasil é inscrita no concurso, na Ilha Mãe, Niterói (RJ), em uma das maiores ressacas do último inverno noticiada mundialmente em julho passado”, revela o atleta. 

Mesmo com a onda histórica, Couto segue na caçada e não pensa em relaxar. “Estou sempre preparado, nos 365 dias do ano”, enfatiza o atleta patrocinado pela O’Neill, Hot Buttered, Rhyno Foam, Hot Stick e pranchas Ricardo Martins. 

Aos 36 anos, Danilo Couto nasceu em Salvador (BA) e aprendeu a surfar na praia de Barravento, em 1985. Desde dezembro de 1996, adotou a ilha de Oahu como moradia. “Vim para cá sem imaginar em me tornar big rider. Experimentei e gostei”, simplifica Danilo, como se o seu ofício fosse algo fácil. 

Waves

 

Danilo Couto



Leave a Reply