Fundação Getulio Vargas elabora estudo sobre impacto dos cruzeiros marítimos na economia brasileira

O trabalho analisará aspectos relacionados à demanda e ao gasto dos turistas nos portos, bem como o impacto econômico dos cruzeiros sobre o emprego, oportunidades de desenvolvimento e perspectivas do setor no Brasil.



Fundação Getulio Vargas elabora estudo sobre impacto dos cruzeiros marítimos na economia brasileira


Foto: Carla Siqueira www.flickr.com/photos/carlasiqueira/4475485121


A Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar) encomendou para a Fundação Getulio Vargas um estudo sobre o impacto do setor no país. O trabalho analisará aspectos relacionados à demanda e ao gasto dos turistas nos portos, bem como o impacto econômico dos cruzeiros sobre o emprego, oportunidades de desenvolvimento e perspectivas do setor no Brasil.

O estudo vai mapear a movimentação econômica do segmento de Cruzeiros Marítimos no Brasil, destaca Ricardo Amaral, presidente da Abremar. “É crescente a importância do turismo em cruzeiros marítimos na economia brasileira e este trabalho, que ficará pronto no final de maio, será um instrumento importante para a elaboração de projetos da Abremar e de suas associadas”.

O segmento de cruzeiros marítimos é um dos que apresentam maior índice de crescimento na indústria turística nacional – registra expansão média de 33% ao ano. No entanto, se o país tivesse melhor infraestrutura portuária, a atividade se desenvolveria ainda mais. Na atual temporada, a projeção de crescimento é de 23% em relação ao ano passado. Na temporada 2009-2010, o setor cresceu 33% sobre o período 2008-2009.

Iniciada em outubro de 2010, a atual temporada irá até maio próximo, com 20 navios, dois a mais do que no ano passado, que visitarão 21 cidades do litoral do país em 414 Cruzeiros. A expectativa é que 884 mil cruzeiristas aproveitem os roteiros que têm duração variada, de três a nove noites.

Abremar



One Response to “Fundação Getulio Vargas elabora estudo sobre impacto dos cruzeiros marítimos na economia brasileira”

  1. Denis Abessa disse:

    Seria muito importante que esse estudo considerasse também a dimensão ambiental (leia-se sócio-ecológica), já que muitos locais da costa brasileira visitados por navios são ambientalmente sensíveis, e em alguns casos, estão saturados e podem não comportar aumento no número de visitantes. É preciso entender se há impactos nas áreas especialmente protegidas, ou pelo menos aumento nas pressões sobre essas áreas…
    É fundamental compreender como o turismo dos cruzeiros impacta os serviços nas localidades onde ocorre.
    Senão corre-se o risco de se concluir que os cruzeiros só têm aspectos positivos pois incrementam a economia. Lembremos: o mundo não é só feito da dimensão econômica.
    Att

  2. [...] The rest is here: Fundação Getulio Vargas elabora estudo sobre impacto dos cruzeiros … [...]

Leave a Reply